Mostrando postagens com marcador Série Anjos na escuridão. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Série Anjos na escuridão. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Amanhecer em chamas

ROMANCE SOBRENATURAL 
Série Anjos na Escuridão



Um atormentado passado deixou Thane com uma insaciável necessidade de violência, fazendo dele o mais perigoso assassino nos céus. 

Ele vive por um único código: nenhuma clemência. 
E quando solta sua fúria em seu mais recente captor, ele aprende que nenhuma batalha poderia tê-lo preparado para o escravo que ele salvaria das garras do seu inimigo. 
Uma beleza que alimenta o fogo de seus desejos mais escuros.
Elin Vale tem suas próprias cicatrizes profundamente enraizadas, e sua atração pelo requintado guerreiro que a libertou desafia todos os seus limites. 
Mas a firme determinação de Thane em protegê-la significa que ela deve enfrentar seus maiores medos, e entrar em um mundo em que paixão é poder, e vitória significa rendição empolgante.

Capítulo Um

Ele viveu sexo. Respirou sexo.Comeu sexo.Ele era sexo.Talvez este fosse seu nome.Não. Isso não foi do quê ela o chamou. Ela: seu coração. Sua razão de ser.
Ela escarrancharia em sua cintura, alimentaria seu comprimento dolorido em seu corpo faminto, e diria “Meu escravo precisa mais de mim do que de ar para respirar, não é?”
Meu Escravo. Sim. Esse era seu nome.
Meu Escravo queria sua mulher. Ansiava-a como água para beber.
Necessitava tê-la.
Só ela o faria. Ele não podia viver sem seu odor de fumaça-e-sonhos... mmm, ou seu calor muito-perto-do-sol... ou suas garras ardentes. Quão profundamente aqueles pequenos punhais cortavam seu tórax nu. E suas presas peekaboo... Quão deliciosamente elas beliscavam a veia em seu pescoço.
Ela era perfeita, e só quando ela estava com ele, seu corpo forte tomando e recebendo prazer, a fome roendo dentro dele ficava finalmente satisfeita.
Necessitava. Tê-la. AGORA.
Mas... Ele olhou ao redor. Ela não estava com ele. Ele tentou levantar da cama. Algo prendia seus pulsos e tornozelos novamente. Não corda. Não desta vez. Muito frio, muito duro. Aço? Ele não se importou o suficiente para olhar.
Problema. Solução. Meu Escravo friccionou seus dentes e empurrou com todo seu considerável poder. A pele rasgou, músculos romperam, e osso estalou. Dor. Liberdade. Ele sorriu. Sua mulher estava lá fora. Logo ele a acharia. Ele empurraria dentro dela e satisfaria sua necessidade dela. Novamente e novamente...
Nada e ninguém o deteria.
— Ele está solto novamente. — Alguém murmurou.
Na lagoa, lavando roupas e sonhando com cupcakes de caramelo salgado... E brownies polvilhados... E, oh, oh, oh, biscoitos de manteiga de amendoim, Elin Vale arrastou-se da água super quente. Grama frágil cobria o pequeno banco fornecido pelo magnífico oásis no deserto de Sahel, irritando seus pés nus. Quando o sol resplandeceu no claro céu matutino, dunas de areia douradas onduladas por todo lado, ela buscou sombra abaixo de um punhado de árvores. Uma brisa gentil levava mais areia do que ela era capaz de lavar.
Pelo menos existia uma fresta de esperança. Uma esfoliação diária gratuita significava que sua pele sardenta queimada pelo sol sempre brilhava.
Que bom para mim.
Agora, se apenas pudesse realizar suas metas de vida tão facilmente. 1. Escapar das guerreiras Fênix mantendo-a cativa, 2. fazer uma grande poupança, e 3. abrir uma padaria. Ela venderia sobremesas boas o suficiente para induzir orgasmos... exceto biscoitos de manteiga de amendoim, porque ela sozinha consumiria a fornada inteira.
A vida seria melhor que qualquer coisa. Estaria fazendo o que amava e comendo o que desejasse. Exceto, por um problema pequenino; ela ainda não conseguia riscar o número um de sua lista. Fênix eram imortais com habilidade de queimar até as cinzas e renascer dos mortos, mais fortes que antes. 
Eram malignas. E, ironicamente o suficiente, tinham sangue frio. Apreciavam pilhar e saquear, e matavam por sorrisos e irritação.
Elin viu o pior de sua obra muito de perto e pessoalmente e, ainda agora, um ano mais tarde, as memórias eram formidáveis o suficiente para quebrá-la. Memórias que não podia deter... Por favor, por favor pare... Mas elas estavam aí, relampejando por sua mente. A cabeça do seu pai rolando pelo chão, sem o corpo. O gemido cheio de dor de Bay ecoando em seus ouvidos enquanto ele caia no chão, uma espada saindo de seu tórax. O silêncio descendo. Tal silêncio temido.
Mesmo agora seu batimento cardíaco estava a todo vapor, com força suficiente para quebrar recordes. Vou vomitar. — Peguem ele! 


Série Anjos na escuridão
1- Noites Perversas
2- Beleza Despertada
3- Amanhecer em chamas

sábado, 30 de março de 2013

Beleza Despertada

ROMANCE SOBRENATURAL 
Série Anjos na Escuridão
 






Seu nome é Koldo. Ele tem cicatrizes, é poderoso, seu controle lendário — e vive somente para vingança contra o anjo que cruelmente removeu suas asas. 

Mas se ele se render às forças do ódio, será eternamente amaldiçoado. 
Nicola Lane nasceu com um coração defeituoso, porém esta humana frágil mostra uma força assombrosa enquanto demônios perseguem todos os seus movimentos, determinados a dar fim nela. 
Ela é a chave para a libertação de Koldo… e sua queda. Apesar dele lutar por dever, destino e o primeiro gosto viciante do desejo, sua batalha mais difícil será pela vida de Nicola — ainda que tenha que sacrificar a dele…

Comentário revisora Fidalga: A Gena é o tipo de escritora que você pode se jogar em qualquer novo livro sem nenhum receio de se decepcionar. Gena traz sua crença para esta série e coloca em cada personagem, um pouco daquilo que acredita ser a forma como bem e mal, céu e inferno influenciam nossas vidas. 
A hierarquia dos céus e dos demônios explicadas e reveladas na forma como o sobrenatural interage com nosso mundo, é minuciosamente descrita.
Recomendo que vá para o topo da lista dos livros que PRECISA ler! Algumas cenas quentes, mas o foco é, definitivamente, a batalha espiritual. Bjim flores.

 Capítulo Um

Num mundo de escuridão, a menor luz é um farol.
Dias Atuais
Koldo marchou pela ala da UTI do hospital. Ele e o guerreiro com ele estavam escondidos dos olhos e protegidos do toque humano. 
Os médicos, enfermeiras, visitantes e pacientes passavam como névoa por eles, completamente inconscientes do mundo invisível que existia ao redor deles. Um mundo espiritual que deu a luz a este mundo natural. O mundo humano.
Um mundo espiritual que era a realidade verdadeira para toda a criação.
Um dia, estes humanos descobririam simplesmente o quão exata aquela declaração realmente era. Seus corpos morreriam, seus espíritos ascenderiam — ou descenderiam — e começariam a entender que o mundo natural era passageiro e o espiritual eterno.
Eterno. Assim como a irritação de Koldo parecia ser. Não queria estar aqui entre os humanos, em mais uma missão tola, e realmente não gostava de sua companhia, Axel. Mas seu novo líder, Zacharel, queria mantê-lo ocupado, distraído, porque suspeitava que Koldo estivesse a ponto de vacilar e quebrar uma lei divina.
Zacharel não estava errado.
Depois de tudo que Koldo suportou no acampamento de seu pai... depois de escapar e passar séculos procurando por sua mãe, Koldo finalmente a encontrou — e a prendeu dentro de uma gaiola numa de suas muitas casas.
Então, sim. Koldo vacilou. Mas nunca causaria à mulher dano irrevogável. 
Ele nem mesmo se rebaixaria a quebrar uma de suas unhas. Por enquanto, simplesmente esperava ensiná-la o terror de ser aprisionado pelas circunstâncias, como ela o ensinou. 
Como ainda estava ensinando a ele.
Mais tarde, ele ia...  não tinha certeza. Não gostava mais de considerar o futuro.
Por causa de sua repulsa por Cornelia, Koldo foi parar no Exército da Desgraça.
 Era um nome terrível para tal força defensiva, mas era um que cabia. Os membros eram os piores dos piores. 
Os mais cruéis dos cruéis... homens e mulheres dos Enviados que estavam em perigo de condenação.
Por várias razões, todos os vinte soldados ignoraram estimadas leis divinas. 
Deviam amar, mas odiavam. Deviam ajudar aos outros, mas na verdade só machucavam. 
Deviam construir, mas sempre destruíam.
Três meses atrás, os membros receberam um ano para consertar seus modos perversos, ou seriam despidos de suas habilidades e chutados para o inferno.
Koldo faria o que fosse preciso para impedir aquilo de acontecer — até negar a si mesmo sua verdadeira vingança. Recusava-se a perder a única casa que já conheceu.
Axel o agarrou pelo braço, fazendo ele parar.
— Cara!
 DOWNLOAD
 








Série Anjos na escuridão
1- Noites Perversas
2- Beleza Despertada

domingo, 29 de julho de 2012

Noites Perversas

ROMANCE SOBRENATURAL 
Série Anjos da Escuridão 
Visualizar





Líder do exército mais poderoso dos céus, Zacharel é considerado quase muito perigoso, muito cruel — e se não tomar cuidado, perderá suas asas. 

Mas esse guerreiro com coração de gelo não será dissuadido de suas missões por nada... até um ser humano vulnerável tentá-lo com um prazer carnal que nunca conheceu antes. 
Acusada de um crime que não cometeu, Annabelle Miller passou quatro anos numa instituição para criminosos insanos. 
Demônios acompanham cada movimento seu, e nada impedirá seu rei de tê-la. Zacharel é sua única esperança de sobrevivência, mas será o anjo brutal com um toque tão quente como o inferno sua salvação — ou sua condenação definitiva? 

Comentário da Tininha: Maravilhooooso. Gena é Gena, é claro. E não podemos nos esquecer que essa é uma série que vem dos Senhores do Submundo. 
Precisa falar mais alguma coisa? Precisa falar que Zac é TDB, que a história é superenvolvente, que a mocinha é ótima? Bom, e é claro que adorei ver as Harpias aparecerem neste livro. 
Elas dão o toque todo Gena no livro. Sem contar que foi super gostoso dividir esse livro com a Sandroca e a Luci, super competentes e super rápidas. 
Nossa, são demais, as duas. Fantástica a parceria. E estamos aguardando a continuação da série, que é mais uma que veio para ficar em nossos corações. 
Vambora ler. Tão esperando o que?

Capítulo Um 

—Como isso a faz se sentir, Annabelle? — A voz masculina permanecia sobre a sensação das palavras, adicionando uma camada nojenta de sujeira. 
Mantendo os outros pacientes do "círculo de confiança" em sua periferia, Annabelle inclinou sua cabeça de lado e encontrou o olhar do Dr. Fitzherbert, também conhecido como Fitzpervertido. 
Ao redor dos quarenta anos, o médico tinha cabelos grisalhos, olhos castanhos escuros e um bronzeado perfeito, embora a pele estivesse ligeiramente esticada. 
Era esguio e tinha 1,78m, apenas 3 cm mais alto que ela. Em geral, era moderadamente atraente. Se ignorasse a escuridão de sua alma, é claro. 
Quanto mais olhava para ele, em silenciosa rebeldia, mais seus lábios subiam com diversão. Ah, como era agradável — não que nunca o deixasse saber. 
Nunca de bom grado faria qualquer coisa para agradá-lo, mas também nunca se esconderia em sua presença. Sim, era o pior tipo de monstro, com fome de poder, egoísta e ignorante da verdade, e sim, podia machucá-la. E o faria. Já fez. 
Na noite passada a drogou. Bem, ele a drogava todos os dias desde seu emprego há dois meses na instituição Moffat County para criminosos insanos. 
Mas na noite passada ele a sedou com o propósito expresso de despi-la, tocar de maneiras que não devia e tirar fotos. Uma menina tão bonita, ele disse. 
Lá fora no mundo real, uma beleza como você me faria batalhar por algo tão simples como um encontro para jantar. Aqui, está completamente à minha mercê. 
É minha para fazer o que eu quiser... e quero muito. A humilhação ainda queimava, quente e profunda, um incêndio em seu sangue, mas não ia trair um momento de fraqueza. Era mais esperta. 
Nos últimos quatro anos os médicos e enfermeiros responsáveis pelos seus cuidados mudaram mais vezes do que seus companheiros, alguns deles brilhantes estrelas em sua profissão, outros simplesmente atravessando os movimentos, fazendo o que precisava ser feito, enquanto uns poucos seletos eram piores que os criminosos condenados que supostamente deviam tratar. 
Quanto mais ela cedia, mais esses empregados abusavam dela. 
Assim, sempre se mantinha na defensiva. Uma coisa que aprendeu durante seu encarceramento era que podia confiar apenas em si mesma. 
Suas queixas de tratamento abominável eram ignoradas, porque a maioria dos superiores acreditavam que ela merecia o que tinha — quando acreditavam nela. 
—Annabelle — Fitzpervertido repreendeu. —O silêncio não será tolerado. Bem, então. 
—Sinto que estou cem por cento curada. Provavelmente deveria me deixar ir.
DOWNLOAD









Série Anjos na escuridão
1- Noites Preversas
2- Beleza Despertada