Mostrando postagens com marcador Comando do Coração. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Comando do Coração. Mostrar todas as postagens

domingo, 27 de outubro de 2013

Intenções Honradas

ROMANCE CONTEMPORÂNEO 
Série Irmãos Landis


Ele tentou lutar contra seus sentimentos... Mas foi vencido pelo amor.

O major Hank Renshaw sabe praticamente tudo sobre Gabrielle Ballard. 
Exceto qual é a sensação de tocá-la, pois ela é a noiva de seu melhor amigo. 
Ou pelo menos era, até ele morrer em combate, mas não sem antes fazer Hank prometer que irá encontrar Gabrielle...
Agora ele está em Nova Orleans, no apartamento dela, vendo-a cuidar do filho recém-nascido. 
Não é a honra que o leva até ela, nem o dever que o faz ficar. Pura e simplesmente, são seus sentimentos e o desejo de possuir a mulher que ele sempre quis, e que finalmente será sua! 

Capítulo Um 

Nova Orleans, Louisiana: Mardi Gras 
— Laissezles bons temps rouler! Que tenha início a diversão! 
A saudação reverberava na cabeça de Hank Renshaw Jr. enquanto ele avançava pela multidão que se amontoava na rua para ver o desfile de Carnaval. 
Seu humor, porém, não estava nem um pouco festivo.
Portava uma mensagem de seu melhor amigo, morto em combate, dez meses atrás, para a namorada dele, o que só fazia aumentar ainda mais a dor que já pesava em sua alma. 
Determinado, ele seguiu em frente, um passo de cada vez, por entre os foliões adornados com chapéus de bobos da corte, máscaras e colares de contas coloridas. Os lampiões ardiam em meio à escuridão. 
O desfile avançava devagar ao som de uma potente banda de jazz que executava uma canção de Louis Armstrong enquanto colares, dobrões e até mesmo calcinhas rendadas choviam sobre o aglomerado de gente. 
Não era surpreendente ver roupas de baixo voando de um lado para o outro. Nos anos anteriores, ele havia dirigido de Bossier City até Nova Orleans, só para participar do Mardi Gras. 
O povo daquela cidade festejava desde o fim de semana até a Terça-Feira Gorda, sem parar. 
A julgar pelas suas experiências anteriores, a noite só ficaria ainda mais tumultuada, à medida que a ingestão de álcool fosse aumentando. 
Em pouco tempo, as pessoas começariam a solicitar os colares de contas, umas às outras, da maneira tradicional: levantando as blusas. Uma vovozinha agitava as mãos no ar, mantendo a roupa no lugar, ao menos, por enquanto, e gritava para o rei de um dos grupos que desfilava sobre um carro alegórico, conduzindo um jacaré mecânico: 
— Jogue alguma coisa para mim, senhor! 
— Que tenha início a diversão! — gritou o rei, em resposta, num francês com forte sotaque cajun. 
Hank deu a volta em torno de um reluzente lampião. Falava francês e espanhol fluentemente, tinha um alemão que dava para o gasto e arranhava chamorro por conta do tempo que seu pai havia sido lotado em Guam.
Sempre jurara que não seguiria os passos dele. Seu pai havia sido um piloto, e Hank, um navegador. 
Por fim, porém, ele acabara por escolher até a mesma aeronave que seu pai pilotara — uma B-52. 
Já não podia mais fugir do legado da família como suas duas irmãs haviam feito. Os Renshaws pertenciam à Força Aérea e ponto final. 
Eles a haviam servido por gerações, apesar dos bilhões adquiridos com seus investimentos. 
Ele abriria mão de cada centavo se aquilo pudesse trazer o seu amigo de volta. 
Sentindo um aperto no peito, Hank olhou para o número do restaurante diante dele. Faltava menos de um quarteirão para ele chegar ao apartamento de Gabrielle Ballard, localizado num sótão acima de uma loja de antiguidades, constatou ele, voltando a se lançar no caleidoscópio violeta, verde e dourado do Mardi Gras. 
E então, em meio a um mínimo deslocamento da multidão, ele a avistou, envolta no brilho nebuloso da luz que iluminava a varanda de uma loja. Ou melhor, ele a viu de costas, tomando o caminho de casa.






Série Irmãos Landis
1- Rich Man's Fake Fiancee
2- His Expectant Ex
3- Comando do Coração
4- Millionaire in Command
5- Intenções Honradas
Série Concluída

domingo, 1 de setembro de 2013

Comando Do Coração

ROMANCE CONTEMPORÂNEO
 Série Irmãos Landis





Nascido em berço de ouro, destinado a um novo amor.


Embora Kyle Landis tivesse recebido treinamento para executar as missões mais perigosas, não estava preparado para o desafio de ser pai. 
Quando Phoebe Slater anuncia que a criança de quem ela estava cuidando era filho dele, Kyle não vê motivo para duvidar. 
Como um Landis, ele não fugiria de suas obrigações. 
O casamento era a única alternativa. 
Porém, uma vez que ambos estivessem unidos pelos laços do matrimônio, Phoebe conseguiria ser a esposa ideal que Kyle esperava? 

Capitulo Um 

Os convidados da festa de boas-vindas ao herói militar milionário desfilavam em trajes requintados pelos jardins do clube de campo, enquanto apreciavam os canapés e a champanhe servidos em bandejas de prata. 
No jardim, as árvores e palmeiras altas eram iluminadas por tochas, complementadas pelo luar do céu estrelado. Bastava olhar ao redor para saber que a maioria daquelas pessoas de alta classe podia pagar uma babá. Na mesma festa, Phoebe estava presente com um bebê de cerca de cinco meses no colo. 
Estava com o vestido preto básico com que costumava comparecer aos coquetéis condizentes com sua posição de professora de História da Universidade da Carolina do Sul. Claro que a mochila canguru não era um acessório que usava nessas ocasiões. 
— Fique firme, querida. Espere mais alguns instantes e dou o seu jantar antes de dormir — disse Phoebe, ajustando a mochila nos quadris. 
As ondas quebravam a distância, e a orquestra, que tocava rocks antigos, naquele momento executava um clássico de Billy Joel. Até mesmo o governador do estado estava dançando na pista de madeira, montada sobre a areia, com a esposa. 
Distraída que estava, Phoebe acabou tropeçando numa pedra do caminho e praguejou baixinho. Era uma festa destinada aos formadores de opinião e famosos no mundo da política. Enquanto soltava o salto preso entre duas pedras, Phoebe lembrou que não estava ali para fazer poses sociais, mas sim para encontrar com o pai do bebê, Nina. 
A busca seria mais fácil se ao menos soubesse como ele era. Fazia cerca de dois meses que a amiga e ex-companheira de quarto na universidade, Bianca — a mãe biológica de Nina —, havia contado que Kyle Landis era o pai da bebê. 
Ela havia pedido que Phoebe tomasse conta da criança numa noite em que compareceria a um jantar de um grupo de teatro na Flórida, Bianca já tinha voltado ao seu corpo depois da gravidez e insistira que aquele evento a ajudaria a melhorar de vida e assim proporcionar mais segurança ao bebê. 
Quem poderia prever que ela não voltaria mais? Phoebe abraçou Nina determinada a prover para aquela criança uma vida mais estável. No entanto, antes de tudo, precisava encontrar Kyle Landis, alguém que nunca tinha visto pessoalmente. 
Tinha esperança de identificá-lo pelo crachá no uniforme da Força Aérea, mas quase todos os homens estavam de uniforme de gala, com medalhas douradas brilhando à luz do luar. Nina adormeceu e Phoebe amparou sua cabecinha com a mão. Depois olhou para aquele mar de rostos desconhecidos, iluminados com a luz das estrelas e dos tocheiros. Havia apenas uma fotografia antiga como referência, agora no fundo da sacola com fraldas, e não incomodaria o sono de Nina para procurar. 
Kyle costumava aparecer nos jornais frequentemente quando o pai, já finado, era senador. Logo em seguida sua mãe e irmão também entraram para a política. 
A família, no entanto, mantinha Kyle afastado dos holofotes da mídia para preservar sua segurança, já que, vez por outra, era enviado para zonas de guerra. De uma hora para a outra, havia centenas de pessoas muito próximas umas das outras e não estava fácil diferenciá-las. 
Não era a intenção de Phoebe se expor, mas teria de pedir ajuda para encontrar... 
— Posso ajudá-la?
 




Série Irmãos Landis
1- Rich Man's Fake Fiancee
2- His Expectant Ex
3- Comando do Coração
4- Millionaire in Command
5- Intenções Honradas
Série Concluída

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Comando Do Coração

ROMANCE CONTEMPORÂNEO


Ela tem o que ele mais deseja: um herdeiro para a família Zavros. 

As revistas de celebridades dedicam espaço cativo para noticiar a vida do magnata grego Ari Zavros ao lado de uma, top model diferente a cada semana. 
Mas Tina Savalas não se parece em nada com essas beldades. 
Porém, mesmo sendo uma garota simples, esconde um grande segredo. 
Dera a luz a um filho de Ari após o caso apaixonante que tivera com ele quatro anos antes.
Depois dessa revelação bombástica, Ari considera que existe apenas uma solução: 
tornar Tina a boa esposa de um marido grego... 
E isso não é uma escolha. É uma ordem! 

Capítulo Um 

— É igual a um veleiro grande, mãe — falou Theo, admirado, olhando o mais famoso prédio de Dubai... Burj Al Arab, o único hotel sete estrelas no mundo. 
Tina Savalas sorriu para seu belo filho de 5 anos: 
— Sim, foi feito para parecer com um. Construído em uma ilha artificial cercada pelo mar, a enorme estrutura branca e brilhante tinha a elegância de uma vela de barco sendo soprada pelo vento. 
Tina estava ansiosa em ver, o máximo possível, do interior do prédio. 
Sua irmã, Cassandra, disse ser absolutamente fabuloso e que ela precisava conhecer durante sua estada de dois dias antes que seguisse viagem para Atenas.
Na verdade, se hospedar no hotel era muito caro, milhares de dólares a diária, o que não era problema nenhum para pessoas ricas, que não se importam com custos.
Pessoas como o pai de Theo. Não tinha dúvidas de que ele ocupara uma das suítes de luxo, com serviço de mordomo, em sua viagem da Austrália de volta para a Grécia, após ter se esquecido de seu momento encantador com ela. 
Tina afugentou o pensamento amargo. Engravidar de Ari Zavros foi sua culpa. 
Ela foi ingênua em acreditar que ele a amava tanto quanto ela o amava. Tudo uma fantasia apenas. 
Além do mais, como poderia se arrepender se Theo foi o resultado? 
Ele era um garotinho adorável, e de vez em quando, saber que Ari desconhecia o filho a fazia sentir uma alegria secreta. 
O táxi parou num portão que garantia que apenas pagantes pudessem entrar no hotel. Helen mostrou os documentos confirmando sua presença no chá da tarde. 
Apesar de custar 170 dólares australianos por pessoa, era, para elas, uma oportunidade única, que deveriam aproveitar. 
O segurança acenou, e o táxi dirigiu lentamente sobre a ponte que levava até a entrada do hotel, permitindo, a eles, vislumbrarem o cenário maravilhoso. 
— Olha mãe, um camelo! — gritou Theo, empolgado em reconhecer o animal no gramado. 
— Sim, mas não é de verdade, Theo. É uma estátua. 
— Posso montar nele? — Vamos perguntar se pode, mas quando formos embora, mais tarde. 
— E tirar uma foto comigo nele, para mostrar para meus amigos? — insistiu ansioso. 
— Estou certa de que teremos muitas fotos ótimas desta viagem — garantiu Tina. 
Eles saíram do táxi e foram recepcionados na entrada do hotel, tão impressionante que fotografias não conseguiam capturar sua imponência. 
Eles simplesmente pararam e observaram as enormes colunas douradas que sustentavam as primeiras camadas de sacadas de incontáveis andares, as fileiras de tetos que se sucediam em uma variação de azul-escuro a claro, verde e dourado na parte de cima, com vários pontos brilhantes incrustados neles, como pequenas estrelas. 
Quando finalmente abaixaram as cabeças, à sua direita e dividindo duas escadas rolantes, havia uma cascata de fontes em movimento, na qual cada lance repetia o mesmo padrão de cores da torre de tetos. 
As paredes ao lado das escadas rolantes eram aquários gigantescos, nos quais peixes tropicais belíssimos nadavam em disparada e deslizavam entre pedras e vegetação aquática. 
— Ah, olhe para os peixes, mãe! 
DOWNLOAD