quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Amor por Conveniência

ROMANCE CONTEMPORÂNEO
Um milhão de dólares por uma noiva…

Ben Carter foi difamado por uma série de matérias publicadas na imprensa. 
E só há uma maneira de salvar o seu mais recente empreendimento, bem como sua reputação: colocando uma aliança no dedo de Julianna Ford. 
Porém, ele não contava que Julianna rejeitaria sua proposta. Mas ninguém recusa Ben Carter! 
Então, quando Julianna leiloa um beijo para caridade, Ben aproveita a chance para conquistá-la… pelo valor de um milhão de dólares! 
Ele pode ter pago uma fortuna por um beijo, mas pretende ter muito mais!

Capítulo Um

De costas para a janela do escritório com vista para o centro de Manhattan e diante da qual ele costumava parar para apreciar seus enormes guindastes espalhados pela cidade, Ben mantinha os braços cruzados em uma postura defensiva.
— Creio que isso é tudo.
Sentiu vontade de perguntar a ela se não queria saber a cor da cueca que ele estava usando.
A mulher sentada do outro lado da sua mesa observou secamente:
— Você não gosta de responder perguntas pessoais, não é?
Ele deu um sorriso forçado.
— O que lhe deu esta impressão?
Elizabeth Young, a casamenteira, sacudiu os ombros e digitou algo no tablet.
— O fato de você parecer querer pular pela janela.
Ben fez uma careta e retornou à sua mesa. A cada pergunta feita por ela, desde a inofensiva “Onde gosta de passar as férias?” até as mais irritantes, como “O que você espera de um relacionamento?”, ele se distanciava mais um pouco. Por mais que reconhecesse a necessidade de arranjar uma esposa conveniente, cruzar o abismo que havia entre aventuras sem compromisso com lindas mulheres e uma relação estável lhe causava calafrios.
Depois de ter testemunhado a destruição do casamento dos pais, que desmoronou como um castelo de cartas ao primeiro sinal de problemas, Ben nunca alimentou ilusões sobre o matrimônio.
A casamenteira tinha razão: se ele pudesse, teria pulado pela janela.
Enquanto praguejava intimamente, ele se sentou. De quem havia sido aquela ideia? Xander Trakas. Lembrando-se da reação do jovem grego, quando Mancini lhe perguntou se aquela mulher seria uma de suas ex-namoradas, Ben analisou a esbelta e elegante loura sentada do outro lado da mesa.
O cabelo, aparentemente ondulado, estava preso em um coque. Casualmente vestida, mas elegante, usava uma calça clássica, uma blusa e uma jaqueta justa de couro macio. Exalava estilo e sofisticação, e, ele precisava admitir, discrição e profissionalismo. Xander estava certo.
Enquanto ela o encarava, Ben notou que seus olhos tinham um inusitado tom de âmbar e analisou a reação que ela lhe causava. Nada. Ele concluiu que isto era bom: a última coisa de que precisava era se envolver com alguém que realmente desejasse. Isso o fez lembrar do motivo pelo qual ela estava ali.
— Então, agora que você já desencavou cada detalhe da minha alma, quem escolheria como minha parceira ideal?
Ele viu o cinismo passar pelos olhos dela, enquanto ela sorria.
— Ah, não se preocupe — disse Elizabeth. — Eu não tenho ilusões. Sei que você só me disse o que queria. Conheço homens como você, Sr. Carter. É por isso que sou boa no que faço.
Ben dominou o impulso de perguntar o que ela queria dizer com homens como ele. Se isso fosse ajudá-lo a obter o que precisava para sobreviver àquela crise, não importava. Ele apoiou o queixo nas mãos e admirou o fato de ela não se deixar intimidar por ele, como tantos faziam.
— Você me foi recomendada por Xander Trakas. E, de repente, ela perdeu a pose, assim como Xander há uma semana, no clube.
— Eu tenho vários contatos. Ele é um deles. Ben percebeu ter tocado em um ponto sensível e ficou intrigado, mas não perdeu o foco.
— Esqueça o que eu disse. Então, você tem alguém em mente?
Ela depositou o tablet sobre a mesa e o empurrou na sua direção.
— Existem algumas possibilidades. Dê uma olhada e veja se alguém o agrada.
Ben pegou o tablet e deslizou a tela, vendo fotos e dados de lindas mulheres evidentemente bem-sucedidas. Uma advogada de direitos humanos, uma presidente de uma empresa de software, uma tradutora da ONU, uma supermodelo…

Um comentário:

  1. Amei esse livro, Obrigada meninas por disponibilizar esses livros para nós.

    ResponderExcluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?
Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs, Jenna e Carla