quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Ama-me, porque te Amo

ROMANCE CONTEMPORÂNEO
Com o coração ferido, Cassidy não podia amar outra vez.

Cassidy começava a derreter-se de prazer nos braços de Reid Cavanaugh, quando se deu conta de seu gesto impensado. 
Por mais que ele a deixasse louca de desejo, não podia entregar-se à paixão sem se torturar. 
Uma vez, tivera tudo na vida e perdera: o homem a quem amara e o filho que não nascera. Poderia arriscar-se com um novo amor?
Melhor seria tentar. E se Reid fosse a chance que precisava para curar seu coração dilacerado pelas cicatrizes do passado?
Capítulo Um

O sol banhava o topo da ampla escadaria, mas o casarão de estrutura de madeira ainda estava em silêncio. As garotas que tinham aula cedo já estavam na universidade; o resto, como sempre, ainda dormia quando Cassidy Adams saiu do pequeno apartamento de dois cômodos reservado para a orientadora do alojamento e desceu para a sala de jantar.
Uma moça, que vestia roupas caras e tinha a maquilagem perfeita, levantou os olhos da torrada integral e suspirou, lamentosa.
— Qual é o problema, Heather? — Cassidy perguntou, servindo-se de café.
— Você.
— Mas acabei de levantar!
Cassidy pegou uma tigelinha de salada de frutas, pôs dois brioches no prato e sentou-se à cabeceira da mesa.
— É isso que me incomoda! Todas as garotas deste alojamento perdem metade de um dia para ficar com boa aparência é em apenas cinco minutos da manhã você nos pões no chinelo! Não é justo! Tudo o que você tem de fazer com seu cabelo é passar uma escova... e como conseguiu esse brilho e esses cílios maravilhosos, então...
— Com uma maravilhosa invenção: o rímel — Cassidy interrompeu, cobrindo a saia com o guardanapo.
— Aposto como comprou sua roupa numa liquidação — Heather continuou, amarga. — E está com um aspecto muito melhor do que tudo o que tenho em meu guarda-roupa!
— Acho que estaria se sentindo melhor se comesse melhor — Cassidy respondeu.
— Engordei um quilo na semana passada! Se continuar assim, não vou caber no meu vestido de formatura e menos ainda no vestido para o baile da primavera. Você sabe que metade dos rapazes que vêm aqui estão mais interessados em ver você do que o resto das meninas?
— Heather, você sabe que eu nunca encorajei esse tipo de comportamento — Cassidy protestou.
— E nem precisa. Parece que você vive envolvida numa nuvem de paz, apesar de todos os problemas que surgem em volta. Isso me deixa louca. Como aprendeu a ser assim?
— Não sei do que está falando — Cassidy respondeu, sorrindo. Ouviu-se alguém descendo as escadas correndo e uma garota ainda de camisola entrou na sala.
— Cassidy, a Melanie emprestou minha blusa rosa-choque para sair com o namorado ontem à noite e agora a frente está toda manchada. Veja só! — a garota disse, atirando a blusa para Cassidy.
Cassidy controlou-se. Mais uma manhã normal no alojamento Alfa Qui!
— Já perguntou a Melanie o que aconteceu, Laura?
— Não... a preguiçosa ainda está dormindo. Também, só voltou bem depois do horário de silêncio!
— Eu sei. Fui eu que abri a porta para ela — Cassidy respondeu. — Melanie foi muito atenciosa em lhe devolver a blusa antes de ir dormir, não foi?
— Bem, na verdade eu entrei no quarto dela e peguei agora a pouco— Laura admitiu, baixando a cabeça.
— É? Eu pensei que estava combinado que nenhuma garota invadiria o quarto da outra — Cassidy disse, levantando-se. — Tenho certeza de que você e Melanie vão chegar a um bom acordo, Laura. Discutir seus problemas entre si é melhor do que levar o assunto para o conselho, não acha?
Já estava quase na porta da cozinha quando ouviu Heather resmungar:
— E ela ficou acordada até de madrugada! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?
Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs, Jenna e Carla