terça-feira, 6 de setembro de 2016

Somente para Você

ROMANCE CONTEMPORÂNEO
Série Família Kowalski

Felizes para sempre?

Kevin Kowalski está acostumado com o assédio das mulheres que frequentam o seu bar.
Porém, deseja ter algo mais sério… com Beth Hansen! 
Ainda que o primeiro encontro tivesse sido bem desastroso. 
Ela estava trabalhando em um casamento quando ficou frente a frente com o homem que a fizera perder o antigo emprego. 
Beth até tentou manter a distância, mas não conseguiu negar o convite para conhecer o quarto de Kevin. 
Na manhã seguinte, ela fugiu sem deixar um bilhete. Contudo, logo descobre estar grávida! Kevin fica animado com a ideia de construir uma família. E fará qualquer coisa para convencer Beth a conceder uma segunda chance ao relacionamento!

Capítulo Um

Outubro
Toda vez
que o New England Patriots ganhava uma partida, Kevin Kowalski fazia sexo.
Uma vitória para o time significava uma para ele. Não que procurasse por companhia em um domingo à noite, mas as ofertas não eram escassas. Enquanto deslizava uma caneca de cerveja pela superfície polida do balcão do melhor bar esportivo de New Hampshire, cujo proprietário, por acaso, era ele mesmo, notou o olhar insistente de uma loura. Os Patriots estavam se alinhando na telona na linha do gol, mas os olhos da mulher permaneciam cravados em Kevin, fazendo-o perceber que o zagueiro não era o único cara perto de marcar um ponto.
Naquela noite, porém, estava tendo sérios problemas para se concentrar na loura de lábios enxertados, seios cirurgicamente aumentados e ligeiramente bêbada, dando aquele olhar que significava “vai em frente”.
Kevin estava ocupado demais observando uma morena do outro lado do balcão. 
Não era apenas pelo fato de ela ser bonita, com vasto cabelo castanho caindo sobre os ombros e belos olhos da mesma cor. Nem mesmo pela forma como o suéter e a calça jeans lhe realçavam o corpo perfeito.
O motivo de observá-la era que seu encontro ia de mal a pior rapidamente. O rapaz inquieto de camisa abotoada e calça caqui que a acompanhava devia ter tomado uns drinques antes de chegar ao bar, ou tinha a intolerância a álcool de um calouro, pois apenas tomara uma dose de uísque e já agia como um bêbado inconveniente.
Havia uma linguagem corporal entre os dois, e o corpo da mulher desejava estar bem longe do dele. Quando os dedos do rapaz procuravam um local macio para aterrissar, ela desviava.
O Jasper’s Bar & Grille tinha três regras: É proibido fumar. É proibido jogar canecas de cerveja, até mesmo nos fãs dos Jets. E quando uma mulher diz não, é não.
Os Patriots marcaram um gol e os copos tremeram nas prateleiras com o grito triunfante dos fãs. A loura pulou do banco e seus seios testaram a resistência das alças do sutiã. O idiota das mãos bobas ergueu o copo vazio em direção a Kevin, que se aproximou do casal, mas ignorou o copo.
— Não vamos te servir mais álcool, mas podemos oferecer um café ou um refrigerante como cortesia.
O rosto do homem ficou vermelho e Kevin suspirou. Aquele cara daria trabalho. O Jasper’s tinha a política de tolerância zero, portanto, quando o homem levantou o traseiro do banco, Kevin fez sinal a Paulie e a viu revirar os olhos enquanto pegava o telefone.
— Não estou bêbado e quero outra maldita dose de uísque!
A mulher pôs a mão no braço dele como para sentá-lo de volta no banco.
— Derek, vamos...— Quem você pensa que é para dizer que não posso tomar outra maldita dose de uísque? — A pose de machão do homem foi diluída pelas palavras engroladas.
— Sou o cara que se reserva o direito de recusar servi-lo. — Beth, diga a esse babaca para me dar outro drinque. Kevin fez um sinal negativo com a cabeça.
— Sem chances.
Tudo aconteceu muito rápido. Kevin não tinha certeza se o homem estava tentando lhe dar um soco ou agarrá-lo pela camisa, mas seu cotovelo atingiu a acompanhante, derrubando-a. Ela não caiu, graças a um rapaz que estava sentado ao lado e que ficou aparentemente feliz por ter uma morena nos braços. Aquela situação distraiu Kevin o suficiente para que o bêbado acertasse um golpe fraco bem no queixo.
O cara irritadinho, que a morena chamara de Derek, prendeu a respiração ao perceber o que havia feito. Kevin viu quando o instinto de luta tomou conta do rapaz. 
Para o azar dele, pois Kevin tinha quase 1,90m e muita experiência em lidar com brutamontes, fossem eles bandidos, na época em que ainda usava farda e distintivo, ou seus quatro sobrinhos desordeiros. Ele agarrou o homem pelo colarinho através do balcão e puxou-o.
Derek debateu-se como um peixe no anzol, e quando a mão de Kevin deu uma pequena escorregada da gola, ele usou toda a sua força para tentar se soltar. A cabeça de Derek sacudiu e seu nariz bateu na beirada do balcão. Oops! 


Série Família Kowalski
1- Exclusiva para você
2-  Somente para Você
3- Feita para Você
4- All He Ever Needed - a revisar
5- All He Ever Desired
6- All He Ever Dreamed
6.5 Alone With You
7- Love a Little Sideways
8- Taken with You
9- Falling for Max
4- All He Ever Needed
5- All He Ever Desired
6- All He Ever Dreamed
6.5 Alone With You
7- Love a Little Sideways
8- Taken with You
9- Falling for Max

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?
Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs, Jenna e Carla