quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Uma Nova Mulher

ROMANCE CONTEMPORÂNEO






Ele morava na mansão e ela na ala dos empregados.

James Rocchi sempre tivera de tudo: dinheiro, beleza e charme em excesso. O sorriso encantador era a garantia de que jamais faltariam mulheres bonitas, sofisticadas e disponíveis ao seu redor. Ainda assim, sempre teve um interesse especial por Jennifer, a garota simples que morava com os empregados. 

Anos depois, ela retorna de Paris completamente transformada em uma mulher estilosa e exibindo curvas tentadoras. Agora James tinha olhos apenas para Jennifer! Afinal, quando ele decidiu contratá-la, sua proposta era muito mais ampla do que meros assuntos profissionais!

Capítulo Um

Jennifer olhou-se no espelho. Sentia como se tivesse renascido. Estava num restaurante fantástico, com uma comida deliciosa, e onde até os banheiros eram impressionantes. Podia haver coisa melhor? Tinha as faces rosadas e os olhos brilhantes. Já não se sentia alta demais, nem magra demais, nem que tinha a boca grande demais. Era uma mulher atraente na flor da idade, e o melhor de tudo: James estava lá fora, à sua espera.
Jennifer Edwards conhecia James Rocchi desde sempre. Da janela do seu quarto, da casa onde tinha vivido com o seu pai, olhara milhares de vezes para a esplendorosa mansão Rocchi, com a sua impressionante arquitetura vitoriana.
Quando criança, via James como um herói e o perseguia enquanto ele brincava com os amigos. Já adolescente, apaixonara-se por ele, ruborizando-se cada vez que o via. No entanto, ele sempre a ignorara, pela diferença de idade — era vários anos mais velho do que ela.
Mas Jennifer não era mais uma adolescente. Tinha 21 anos, uma licenciatura em Língua Francesa e havia sido contratada pela firma parisiense de advocacia na qual tinha passado todos os verões trabalhando enquanto estudava.
Era uma mulher feita. E sentia-se feliz.
Com um suspiro de prazer, retocou o batom, arrumou o cabelo e saiu para a sala de jantar.
James estava olhando pela janela e ela aproveitou para observá-lo sem ser vista.
Era um homem muito viril e atraente, daqueles que faziam as mulheres virarem o pescoço à sua passagem. Tal qual o pai, que havia sido diplomata, tinha o cabelo preto e a pele bronzeada, fruto da sua origem italiana, embora tivesse herdado os olhos azuis da sua mãe inglesa. Tudo nele era atraente, desde a pose arrogante até o corpo musculoso e perfeito.
Ainda não acreditava que estava ali com ele, mas James a convidou para sair e isso deu a ela a confiança necessária para continuar caminhando até a mesa.
— Tenho uma surpresa para você— disse ele, com um sorriso sedutor.
— Sério? O que é? — perguntou ela, sem conter o seu entusiasmo.
— Aguarde e verá — respondeu ele, sem deixar de sorrir. — Não posso acreditar que já tenha acabado o curso e que esteja prestes a ir morar no exterior...
— Nem eu, mas uma oferta de trabalho em Paris é algo que não se pode rejeitar. Sabe que há poucas oportunidades aqui.
— Sim — afirmou ele. Sabia do que ela estava falando, e aquele era um traço dela que ele admirava. Conheciam-se há muito tempo, tanto que quase não tinham de explicar as coisas. Obviamente, seria maravilhoso para ela morar alguns anos em Paris. Kent era uma cidade bonita e aprazível, mas estava na hora de ela conhecer o mundo.
No entanto, sentiria sua falta.
Jennifer serviu-se de outra taça de vinho e sorriu.
— Três lojas, um banco, dois escritórios, um posto de correios... e nada de emprego! Poderia ter procurado também em Canterbury, que fica mais perto, mas...
— A sua licenciatura em Francês não teria servido para nada. Imagino que John vá sentir a sua falta.
Jennifer teve vontade de perguntar se ele também sentiria a sua falta. James trabalhava em Londres há seis anos, à frente da empresa do seu falecido pai.
A verdade era que só voltava a Kent em alguns fins de semana ou nas férias.
— Não vou para sempre — respondeu ela, sorrindo. — O meu pai ficará livre de mim. Ensinei-o a usar a internet para que possamos nos falar pelo Skype.
Apoiando o rosto nas mãos, Jennifer observou o seu acompanhante. James só tinha 27 anos, mas parecia mais velho. Seria pelas responsabilidades que teve de assumir desde muito jovem?

6 comentários:

  1. Não consigo ter acesso a biblioteca, clico nela, mas ela me envia para a page do face lendo romances e clico no link do face me envia novamente para o blog. E ai vai... desculpe meninas não queria incomodar, mas Ja fui aceita no face e Ja fui add no grupo secreto, tentei de varias maneiras acessar a biblioteca mas nada, se puderem me ajudar agradeço. Bjin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliane vc está dentro do grupo então é só vc ler as regras até vc vai achar o link da Biblioteca o Onedrive onde vai baixar os ebooks. bjs

      Excluir
  2. Gostaria muito de saber baixar os livros para ler sou apaixonada com romance! vcs me ensinam por favor?obrigada

    ResponderExcluir
  3. Jen, estou acompanhando o blog e sou adoro literatura. Participo de alguns grupos no face, mas não estou ainda no seu e por isso não acesso a biblioteca. Poderia me add, por favor?
    Estou no face como Vanessa Rodrigues Thiago

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa peça minha amizade no face que insiro vc no grupo, na Biblioteca e Ajuda tem o link da minha página do face. bjs

      Excluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?
Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs, Jenna e Carla