domingo, 8 de setembro de 2013

Domadora De Corações

ROMANCE CONTEMPORÂNEO 
Série Os Baron 




Uma batalha de testamentos... 

É apenas uma coincidência o fato de Tyler Kincaid ter chegado à mansão dos Baron justo quando o patriarca, Jonas Baron, está decidindo o que cada um deveria herdar? 
Caitlin McCord não sabe dizer bem o que é, mas há algo em Tyler que a irrita profundamente. 
Ela é enteada de Jonas e administra o rancho da família, por isso está mais do que preparada para a batalha! 
Tyler logo deixa claro que tem dois objetivos: descobrir segredos escondidos e conquistar Caitlin. 
Ela não pode negar que se sente muito atraída por ele, mas não perderá a cautela. 
Afinal, será que Tyler pretendia seduzi-la somente para descobrir a verdade sobre o seu passado? 

 Capítulo Um

Era aniversário de Tyler Kincaid, e ele tinha a sensação de que o presente o esperava na cama.
Atlanta derretia sob o calor opressivo do anoitecer de julho, mas ele não se importava. 

Ele vivera no Sul a vida inteira, e gostava dos dias quentes e das noites abafadas. E também não tinha nada contra encontrar uma mulher em sua cama, especialmente uma bela loira como Adrianna. 
Sob circunstâncias normais, um homem teria de ser louco para se opor a isso.
Tyler franziu a testa conforme diminuiu a velocidade de seu Porsche diante dos portões de ferro que guardavam sua propriedade.
Mas aquelas não eram circunstâncias normais.
Se ele estivesse certo e Adrianna o aguardasse com champanhe, caviar e flores, ela então teria entrado na casa dele sem ser convidada. 
Ele já pedira para que ela passasse a noite, mas nunca deu a Adrianna ou a qualquer mulher acesso a sua vida ou aos códigos de segurança que destrancavam os portões e a porta da frente.
E, diabos, ele não havia planejado nada para celebrar seu aniversário; 18 de julho era só mais um dia do ano. Se havia algo de especial neste dia era porque Tyler percebera, nesta manhã, que era hora de dizer a Adrianna que o relacionamento deles terminara.
Os portões se fecharam atrás dele. Adiante, uma estrada estreita guarnecida de magnólias levava até a grande casa branca que ele comprara no mesmo dia em que vendera as ações de sua empresa, há oito anos. No final daquele dia, Tyler passara de pobretão a multimilionário.
 “Um cidadão exemplar”, o Jornal de Atlanta o chamara. Tyler guardou o artigo em um livro de recortes bem ao lado de uma notícia datada de dez anos antes disso, em que o mesmo jornal dizia que ele era “um exemplo da juventude perdida de Atlanta”.
Havia uma bela ironia ali, mas não foi por isso que ele guardou os artigos. 
Ele os guardou como lembrete de como a vida de um homem pode mudar em algumas voltas do planeta ao redor do sol.
Ele suspirou, desligou o motor e olhou para a casa. Ela parecia deserta, a não ser pelas luzes que vinham de algumas janelas, mas ele sabia que estas se acendiam automaticamente ao anoitecer. 
Era parte do sistema de segurança. Seu sistema de segurança impenetrável, de acordo com o técnico que o instalara.
— Impenetrável uma ova — murmurou Tyler.
Para os ladrões, talvez, mas não para as maquinações de uma loira de olhos azuis.
Não havia sinal dela, nem do pequeno Mercedes verde conversível. Adrianna era tão inteligente quanto bela. Suas mulheres sempre atendiam a altos padrões, do cérebro aos saltos. 
Ela devia ter encontrado um lugar para esconder o carro.
Tyler enrijeceu a mandíbula. Ele se encostou no assento de couro e abriu as mãos sobre o volante.
Acontece que ele não gostava de surpresas, muito menos das que envolviam seu aniversário, e muito menos ainda quando elas envolviam uma mulher, mesmo que bonita e eminentemente desejável, com ideias sobre alterar seu status quo.
Ele fora claro no começo do relacionamento. As pessoas mudam, ele dissera a ela, suas metas mudam, suas necessidades mudam. Adrianna então sorrira e o interrompera, dizendo que o compreendia.
— Querido, eu juro — ela murmurou. — Não estou nem um pouco interessada em contos de fadas que terminam com “felizes para sempre”.
Ela não estava. Essa era uma das coisas que ele admirava nela. 
Adrianna tinha uma vida independente; uma beldade na aparência e nos modos, mas uma mulher moderna na maneira como abria seu próprio caminho pelo mundo.
Ele deixara claro também que gostava da sua privacidade — ou seja, que ele não queria nenhuma maquiagem em seu banheiro, e que também não deixaria seu aparelho de barbear na casa dela. 
Não haveria troca de chaves ou de códigos de segurança ela rira quando ele dissera isso, com aquela voz rouca que nas primeiras semanas fizera o sangue dele fervilhar.
— Querido, você é o tipo de homem que me excita. Você é um lindo cafajeste, amor, é isso que você é. Como uma mulher seria tola o bastante para querer domá-lo?
Fidelidade era a única coisa com a qual eles se comprometeriam, enquanto o relacionamento durasse. 
Essa era a única coisa à qual Tyler ainda estava comprometido...
 






Série Os Baron
1- Esposa por conveniência
2- O Preço de um Homem
3- Nas Asas Do Amor
4- Domadora de corações
5- Palavras de Amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?
Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs,
Jenna